MCS – Consultoria & Serviços

Novas tecnologias para garantir o futuro !

79 – Tratamentos biológicos dos résiduos não perigosos

| 0 Commentaires



 
Apresentação da tecnologia
 
Areas de aplicação agricultura tratamento dos résiduos
 
Descrição A valorização dos résiduos refere-se à uma parte apenas dos résiduos não perigosos: os résiduos das indústrias agroalimentares, os résiduos verdes (das famílias ou as coletividades), as lamas de Estação de Tratamento e a fração fermentescible dos lixos domésticos (fOM). As duas fileiras principais referem-se compostage e métanisação. Se os princípios forem conhecidos bem, trabalhos são necessários para melhorar a qualidade dos produtos obtidos e assegurar os seus mercados. Os compostos devem assim apresentar teos fracos em poluentes como os metais pesados para ser utilizados em agricultura. Métanisação deve conduzir à produção de um biogás de composição estável para permitir a sua valorização energética em calor, ou mesmo eletricidade (ficha 57).
 
Disciplinas relacionadas agronomia química biologia
 
Tipos de impacto A utilização de composto procedente do tratamento dos résiduos apresenta impactos positivos em matéria de ambiente, na condição de não contem poluentes susceptíveis de contaminar os solos. O lançado em 1998 por um período de 10 anos, programa Quali-Agro tem por objetivo caraterizar o valor agronômico dos compostos e os seus impactos ambientais. Métanisação voluntário dos résiduos antes de aposta em quitação permite um contrôle mais eficaz das emissões de gases e os odores.
 
Desafios economicos e regulamentares O tratamento biológico dos résiduos não perigosos pode visar dois objetivos distintos: quer é realizado para valorização (regresso ao solo de matérias orgânicas), quer é necessário à estabilização de résiduos antes da sua entrada em incineração ou armazenamento. A circular de 28 de Junho de 2001 sobre a valorização biológica dos résiduos relançou o mercado. Esta circular preconiza principalmente a valorização da fração fermentescible dos lixos domésticos (fOM). Principal o desafio econômico para o desenvolvimento das tecnologias de tratamento biológico dos résiduos é a continuidade das fileiras dos produtos a valorizarem, e por conseguinte a estabilização da qualidade destes produtos. Outro desafio reside na capacidade de gerir os danos olfatives, os riscos sanitários,…
 

Laisser un commentaire